Header Ads

WhatsApp Beta permite convidar pessoas para grupos com links



A próxima novidade do WhatsApp, o mensageiro mais usado no Brasil, deve ser o uso de convites para incluir pessoas em grupos de conversa. O recurso seria semelhante ao que já é utilizado no concorrente russo Telegram. A informação vem do site alemão WindowsUnited.DE, que afirma que a novidade aparecerá primeiro na versão beta (de testes) do aplicativo para celulares com Windows Phone. Só depois ela seria levada para o Android e iPhone (iOS).



Google contra WhatsApp: relembre apps criados para desbancar o mensageiro


Atualmente, para que um novo membro seja adicionado a um grupo, o administrador precisa inserir essa pessoa na sua lista de contatos do celular, e só depois adicioná-lo manualmente ao grupo. O processo um tanto quanto trabalhoso e demorado.




Com a novidade, bastaria enviar o link do grupo para o futuro membro e ele, por conta própria, poderia entrar no grupo do WhatsApp. O formato do link será mais ou menos assim: “chat.whatsapp.com/”. A nova funcionalidade facilitaria ainda mais a divulgação de grupos, tornando determinadas comunidades maiores e melhores.


O link pode ser compartilhado de diversas formas. Inclusive, o próprio WhatsApp tem integração com outros apps de compartilhamento, como e-mail ou o Facebook Messenger. Além disso, o administrador do grupo poderia revogar a validade do link a qualquer momento.



O Facebook, atual dono do WhatsApp, não divulgou nenhuma nota sobre o assunto. Com a evolução do aplicativo, que nos últimos meses ganhou várias novidades, deve ser só questão de tempo até que esse novo recurso seja apresentado. Como já mencionamos, o uso de links para a divulgação de grupos e canais já é uma prática no rival Telegram. Isso facilita para que pessoas que não se conhecem se reúnam para falarem sobre um mesmo assunto.


Não há nenhuma data para a implementação da novidade nas versões finais do WhatsApp, tanto no app para Windows Phone quanto nas plataformas mais populares, como Android e iPhone (iOS).

Nenhum comentário