Header Ads

Facebook estaria desenvolvendo áreas para notícias pagas


Pode ser que, em breve, usuários do Facebook precisem pagar para ler notícias postadas na rede social. Pelo menos é o que sugerem executivos de grandes conglomerados da mídia internacional.

Nesta semana, a Bloomberg repercutiu falas de representantes da News Corp. — dona do Wall Street Journal e do Times — e da Axel Springer SE — empresa alemã que comanda o Business Insider. Ambas dando a entender que há uma discussão em andamento para que o Facebook introduza um sistema de assinaturas entre seus usuários.

"Tenho conversado com Mark Zuckerberg, trocando ideias, sobre quão importante é reconhecer o valor do conteúdo", comentou Robert Thomson, CEO da News Corp., durante um evento. "Estamos em meio a negociações com o Facebook acerca de uma mecânica de assinaturas."

Num evento separado, Mathias Doepfner, CEO da Axel Springer, acrescentou que o Facebook tem sido "muito construtivo" na preparação de um modelo de melhore o sistema de monetização por parte de veículos de imprensa. Ele disse estar confiante de que, num "período relativamente curto de tempo", será possível cobrar pelo acesso a conteúdo distribuído em redes sociais.

A ideia, adiantou Thomson, pode não ser botar uma barreira em tudo o que sai dos jornais para o Facebook, mas sim cobrar por segmentos específicos, como esportes ou negócios. A solução, opinou, seria benéfica para os gigantes e eficiente para publicações pequenas: "Precisa haver uma mudança fundamental no panorama sobre como valorizamos conteúdo e o valor do conteúdo."





Nenhum comentário